Como você cuida da sua escova de dente?

Esse objeto está presente no nosso dia-a-dia, mas só prestamos a devida atenção nele quando precisamos trocar.

Tem alguma ideia do que eu estou falando?

Estou falando da escova de dente, pessoal! Ela está sempre alí, disponível, e a gente só lembra dela quando a coitadinha tá lá toda descabelada e em frangalhos.

Mas não deveria ser assim. A escova de dente deveria ganhar um pouco mais da sua atenção, porque ela te ajuda a cuidar da sua saúde.

Como cuidar da escova de dente?

Manter a sua escova livre de bactérias ou outros micro-organismos pode parecer meio impossível, mas não custa nada tomar alguns cuidados básicos.
Por exemplo, após a escovação, sempre enxaguar bem a sua escova em água corrente para tirar todo o excesso de creme dental e comida que pode ter ficado aderido às cerdas. Depois do enxágue, além de tirar o excesso de água, tente guardar sua escova sempre em pé para que ela possa secar. A umidade pode ajudar na proliferação de fungos e bactérias.

como cuidar da escova de dente?

como cuidar da escova de dente?

Manter as escovas longe do vaso sanitário, pois quando a descarga é acionada, organismos nocivos à saúde podem ser lançados no ar e ir direto para a sua escova de dente. Abaixar a tampa do vaso quando usar a descarga (e mantê-la abaixada quando não está sendo usada) também é uma medida preventiva que pode ser adotada.
E sabe aquele porta-escova compartilhado? Apaga isso da sua casa. Não é legal uma escova ficar namorando a outra dentro daquele copinho. O interessante é guardá-las em separado para que elas não encostem umas nas outras.
E a base de tudo: quando for escovar os dentes, lembre-se de lavar as mãos. Ah, mas que frescura!
Não é frescura, não! Nossas mãos tocam muitas coisas durante o dia e você acha que ela não carrega nenhum tipo de bactéria, etc?
Lava essa mãozinha sim, ok?

Quando trocar?

É… não dá para ficar com a mesma escova de dente para o resto da vida. Trocar a sua escova a cada três meses é o ideal ou quando as cerdas estiverem desfiadas. Cerdas desgastadas não ajuda a sua escova a cumprir o que promete.
E na hora da troca, nem sempre a escova mais cara é a ideal. Tente optar por escova que consiga um bom alcance dos dentes, com cerdas macias porém firmes para proporcionar uma boa limpeza dental.