Uma comida bem temperadinha abre o apetite de qualquer um, né?!

Engana-se quem pensa que dar sabor a um alimento, basta utilizar sal ou pimenta do reino. Há muitos outros sabores a serem explorados que podem dar aquele toque especial a qualquer receita.

Vamos aprender um pouquinho mais sobre esses temperinhos?

E para começar, nada melhor do que falar dos itens que eu tenho certeza não falta na sua cozinha:

= Alho =
Esse item tem muitas utilidades. Pode ser usado para temperar o feijão, o arroz, todos os tipos de carnes, peixes… pode ser consumido frito, cru, assado.
Ainda tem propriedades terapêuticas, auxiliando no combate de algumas doenças, como por exemplo, doenças relacionadas ao coração e circulação sanguínea.

= Cebola =
Assim como o alho, a cebola vai muito bem na hora de temperar aquele arroz e feijão feitinhos na hora. Pode ser assada, mas vai muito bem na preparação de qualquer prato. O único problema é que muita gente reclama que cebola faz qualquer marmanjo chorar. Isso porque a cebola tem uma substancia chamada alicina. Para amenizar a ardência nos olhos na hora de manusear a cebola, basta deixar a danadinha na geladeira por alguns minutos ou descascar em água corrente.
Aqui no Brasil a cebola branca e a cebola roxa são as mais conhecidas.

= Limão =
Você sabia que o limão é uma fruta?
Uma fruta bem azedinha, mas é uma fruta.
Limonada, sobremesas, temperar peixes, carnes e saldas. O limão também está presente em muitos pratos na cozinha, sejam eles doces ou salgados, além de dar aquela ajudinha na hora da limpeza da casa.
É uma ótima fonte de vitamina C e como xarope ou chá ajuda no tratamento de gripes e dores de garganta, além de outras propriedades que fazem do limão um ótimo aliado para manter a saúde.

Por enquanto é só, pessoal!

Logo a gente volta a falar e aprender um pouco mais sobre esse assunto.

 

 

Raquel

2 Comments on O tempero nosso de cada dia – parte 1

  1. Hum…. que assunto gostoso! Adoro o cheirinho do alho ou cebola fritando na panela!!!!
    um beijo!!

    Raquel Reply:

    Ah Dani, cheirinho de alho e cebola fritando na panela é bom demais mesmo. E pensando nisso, me dá uma saudade da comida da minha mão.
    bjos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *